NÚCLEO ROSA AZUL

Núcleo de pesquisa de arte/dança e relações de gênero, reflexão e pesquisa das relações de gênero e criação de dramaturgias, performances e intervenções, encontros de reflexão e criação de arte que discuta a violência na cultura do macho.

Núcleo de Pesquisa ROSA AZUL
coordenação, Caleidos Cia

ROSA AZUL iniciou como grupo de estudo voltado para as questões de gênero e suas relações com a educação e a arte. De grupo de estudos, leituras e discussões Rosa Azul rapidamente tornou-se Núcleo de Pesquisa do Caleidos Cia e ampliou-se em espaço de exploração da Linguagem da Dança e de sua dramaturgia por meio da experimentação das estruturas criadas na reflexão sobre as questões de gênero. Nesse processo de transição e transformação entendeu-se que o foco específico da pesquisa e das experimentações corporais eram de maneira ampla as questões de gênero, mas precisamente o interesse sobre o tema da violência na cultura do macho.

ROSA AZUL estruturou-se como grupo de estudos e núcleo de experimentação em dança a partir de 2013, com um trabalho focado nas questões de gênero, sexualidade e violência na cultura do macho. Com base em estudos teóricos e experimentação de movimento e dança ROSA AZUL prevê inicialmente a criação de três espetáculos:

MAIRTO - a questão da violência da cultura do macho em relação à homoafetividade, ou a qualquer forma de afetividade. Espetáculo baseado na leitura por meio da dança e da poesia de uma notícia sobre o assassinato de um homossexual.
(contemplado com o Prêmio Klaus Vianna 2013) estreou em março de 2015.

ANA BASTARDA – a questão da violência da cultura do macho em relação às narrativas das mulheres. Como ir além das narrativas da vítima ou da sobrevivente? Que outras trajetórias, tradições e referências podemos escolher em nossa história?
(contemplado com o prêmio Klaus Vianna 2015) sem data de estreia. PETIZ – título provisório – a questão da violência da cultura do macho nas dinâmicas da formação das escolhas afetivas das crianças e a polícia de gênero na infância, a transformação da criança em consumidor de mercadorias e ideologias.
(ainda sem patrocínio) sem data de estreia

Voltar ao topo